mundo do trabalho

O golpe deu certo: Brasil tem 12,6 milhões de desempregados

noticia | | Da Redação

O fantástico mundo do golpe, mostrado todo dia pela grande mídia, está longe da realidade. A Pesquisa Nacional de Amostra Por Domicílio, a PNAD Contínua, acaba de mostrar que o governo ilegítimo de Michel Temer bateu um grande recorde: a taxa de desemprego no Brasil para o trimestre encerrado em novembro ficou em 12%, o que significa que 12,6 milhões de pessoas estavam desempregadas no país.

Outro dado preocupante é que o país fechou o trimestre encerrado em novembro último com 33,2 milhões de empregados com carteira de trabalho assinada, queda de 2,5% em relação ao mesmo período do ano passado. Isso representa menos 857 mil trabalhadores com carteira assinada em um ano. E com a falta de emprego, as pessoas se viram como podem e muitas tentam a vida em trabalhos por conta própria, elevando esse número para 23 milhões de trabalhadores, 5% a mais em um ano.

Já o número de empregados sem carteira assinada cresceu 6,9% (718 mil trabalhadores na informalidade). Isso mostra claramente que as condições de trabalhadores estão cada vez piores e que as perspectivas são catastróficas com a implementação da reforma trabalhista. Prova disso são as demissões de professores de várias universidades privadas para recontratá-los de forma precária. Por exemplo, na mesma semana em que a Universidade Estácio de Sá anunciou a demissão de 1,2 mil professores em todo o país, a Universidade Potiguar (UnP) demitiu vários professores, para fazer recontratações mais baratas e aumentar seus lucros. Tudo em nome das novas regras da CLT aprovadas na reforma trabalhista, em vigor desde novembro.

 

 



 

 

 

Mais Sobre mundo do trabalho