economia

Cai movimento em aeroporto de Campinas e concessão pode acabar

noticia | 28/02/2018 | Da Redação

Depois do golpe que perseguiu e derrubou Dilma Rousseff e colocou Michel Temer e o PSDB no governo, o desemprego aumentou e diminuiu o poder aquisitivo do trabalhador, que passou a não viajar de avião com a frequência dos anos anteriores. Como já se esperava, o movimento dos aeroportos vem caindo e já há empresários que não demonstram mais tanto interesse em continuar investindo nessa área, deixando seus compromissos de lado.

Por exemplo, a Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) iniciou um processo que pode eliminar o contrato de concessão da Aeroportos Brasil Viracopos S.A., que opera o Aeroporto Internacional de Viracopos, situado em Campinas (SP). O processo foi instaurado no início de fevereiro e visa, segundo o órgão regulador, apurar descumprimentos de obrigações previstas no contrato de concessão pela concessionária. O ponto central para isso foi a ausência de pagamento de outorgas de 2016 e 2017.

Isso pode se tornar uma tendência para o setor, caso a economia do país continue sendo conduzida de forma desastrosa pelo governo ilegítimo de Michel Temer. Segundo Fernando Marcondes, sócio da área de infraestrutura do L.O. Baptista Advogados, “as concessões nas áreas de infraestrutura aconteceram, mas logo na sequência o país foi assolado por crises econômica e política, então agora o cenário é outro e precisa ser analisado caso a caso”.

Mais Sobre economia