economia

Golpe derruba confiança do consumidor pelo segundo mês seguido

noticia | 04/04/2018 | Da Redação

Pesquisa mostra que, em março, aumentou a preocupação dos brasileiros com inflação, desemprego e renda, além de alta das dívidas.

O Índice de Expectativa do Consumidor (INEC) caiu para 101,9 pontos em março e está 0,8% menor do que o registrado em fevereiro.  Essa foi a segunda queda consecutiva do indicador, que continua abaixo da média histórica, de 108 pontos, informa a pesquisa divulgada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI), nesta quarta-feira, 4 de abril.

"A queda de março mantém um índice em um patamar muito baixo, mostrando a preocupação dos brasileiros com a economia", diz o economista da CNI Marcelo Azevedo.

De acordo com o levantamento, a redução do INEC é resultado da diminuição do otimismo dos brasileiros em relação ao desempenho da inflação, do emprego e da renda nos próximos seis meses. O índice de expectativa de inflação caiu 2,7%, o de desemprego recuou 2,6% e o de renda pessoal diminuiu 2,9% em março frente a fevereiro. 

Quanto menor o índice, maior é o número de pessoas que espera o aumento da inflação e do desemprego e a queda da renda pessoal. Isso mostra que a população está cada vez mais ciente de que o golpe foi ruim, não somente para a política, mas também para a economia brasileira.

Mais Sobre economia