politica

Em Brasília, postos comunitários da PM abrigam usuários de drogas

noticia | 05/07/2018 | Ronaldo Garcia

Em 2008, o ex-governador José Roberto Arruda criou 131 postos comunitários da Polícia Militar em todo o DF, no valor aproximado de R$ 150 mil cada, perfazendo R$ 18 milhões.

Apresentado pelo governo à época como uma solução para agilizar o atendimento ao contribuinte, dez anos depois a maioria desses postos está desativada e entregues a sujeira, mato e entulho. Outros foram depredados, pichados ou incendiados. Hoje apenas 30 estão sendo utilizadas pela PM.

O que era para inibir a presença de criminosos acabou tornando-se abrigo para traficantes e viciados. Um verdadeiro crime com o dinheiro público. Para o prejuízo não ser maior, muitas unidades estão sendo cedidas para o funcionamento de ONGs, órgãos do governo e administrações regionais.

Mais Sobre politica
  • politica
    Igreja sem partido, Igreja com princípios

    Tenho muito orgulho da Igreja Católica. Com ela guardo vínculos inquebrantáveis. Ela orienta a minha fé e os fundamentos do meu comportamento cristão. Longe de qualquer fundamentalismo. Fui integrante da JEC e da J...

    Igreja sem partido, Igreja com princípios
    Saiba Mais
  • politica
    O Dia Seguinte

    “Não se pode olhar para a política pelo velho espectro da esquerda e direita”, (Marine Le Pen, Paris, 19 de março 2018)   Como será o Brasil de 2019?   Será que os eleitores de ambos candid...

    O Dia Seguinte
    Saiba Mais
  • politica
    TSE não julga Bolsonaro por denúncia da Folha, mas Moro prendeu Lula com fake news da Globo

    A milionária fraude de manipulação gigantesca do whatsapp, financiada por empresários corruptos com dinheiro de caixa 2, é considerado grave crime eleitoral por 12 de cada 10 juristas eleitorais – mas s&o...

    TSE não julga Bolsonaro por denúncia da Folha, mas Moro prendeu Lula com fake news da Globo
    Saiba Mais
  • politica
    Idec pede investigação sobre campanha eleitoral pelo WhatsApp

    Instituto solicitou abertura de inquérito civil no caso de utilização indevida de dados por empresas durante a campanha eleitoral O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) encaminhou representação &agra...

    Idec pede investigação sobre campanha eleitoral pelo WhatsApp
    Saiba Mais