politica

Em Brasília, postos comunitários da PM abrigam usuários de drogas

noticia | 05/07/2018 | Ronaldo Garcia

Em 2008, o ex-governador José Roberto Arruda criou 131 postos comunitários da Polícia Militar em todo o DF, no valor aproximado de R$ 150 mil cada, perfazendo R$ 18 milhões.

Apresentado pelo governo à época como uma solução para agilizar o atendimento ao contribuinte, dez anos depois a maioria desses postos está desativada e entregues a sujeira, mato e entulho. Outros foram depredados, pichados ou incendiados. Hoje apenas 30 estão sendo utilizadas pela PM.

O que era para inibir a presença de criminosos acabou tornando-se abrigo para traficantes e viciados. Um verdadeiro crime com o dinheiro público. Para o prejuízo não ser maior, muitas unidades estão sendo cedidas para o funcionamento de ONGs, órgãos do governo e administrações regionais.

Mais Sobre politica
  • politica
    Lembra dos 7 a 1? É muito pior.

    Os 13 milhões de brasileiros, pais, mães, filhos e agregados responsáveis por sustentar suas famílias, continuam desempregados. A economia não cresce e segue sem gerar emprego. O salário mínimo perde p...

    Lembra dos 7 a 1? É muito pior.
    Saiba Mais
  • politica
    Lula desmonta show macabro armado por Toffoli

    Impedir Lula de dar o último adeus a seu irmão mais velho foi a maior demonstração de barbárie política que a turma do poder no Brasil deu até agora. Demonstram como são experientes na sev&iacut...

    Lula desmonta show macabro armado por Toffoli
    Saiba Mais
  • politica
    Bolsonaro destrói salário mínimo e condena aposentado à miséria

    Uma desgraça se anuncia para aporrinhar a vida da população, especialmente a mais pobre: o governo Bolsonaro prepara um arrocho nas regras do salário mínimo e da Previdência Social. De cara ele já corto...

    Bolsonaro destrói salário mínimo e condena aposentado à miséria
    Saiba Mais
  • politica
    Corte de benefícios do INSS pode deixar muita gente miséria

    O ‘pente-fino’ nos benefícios concedidos pelo INSS proposto pela equipe econômica de Jair Bolsonaro, que constam na Medida Provisória 871/19, indica que os direitos de milhares de beneficiários podem sofrer cort...

    Corte de benefícios do INSS pode deixar muita gente miséria
    Saiba Mais