educacao

Une cobra ação do governo para não deixar ruir as universidades federais

noticia | 11/05/2018 | Da Redação

“Nós não podemos desresponsabilizar o Estado brasileiro”, diz presidenta da UNE sobre crise nas universidades públicas ao novo Ministro da Educação 

A União Nacional dos Estudantes ocupou a audiência pública da Comissão de Educação com cartazes e palavras de ordem em defesa da educação pública nesta tarde de quarta-feira (9/5) na Câmara dos Deputados em Brasília. 

O novo Ministro da Educação, Rossieli Soares da Silva, participou e apresentou dados sobre a situação e prioridades da pasta. Junto com representantes da Unifesp, UnB e UFAL – universidades que tem passado por extremas dificuldades financeiras- a presidenta da UNE, Marianna Dias, cobrou recursos para as universidades públicas. “

O preço do restaurante universitário está aumentando, as bolsas estão atrasando, o sucateamento e o desmonte do Plano Nacional Assistência Estudantil (PNAES) significa que o Estado brasileiro está inviabilizando as cotas que foram aprovadas e que são uma conquista do setor educacional. Tem uma dificuldade efetiva no orçamento da universidade pública e aí? O que o MEC vai fazer para que isso seja solucionado? Nós não podemos desresponsabilizar o Estado brasileiro como a PEC 55 faz, seja na educação básica ou superior”.

Marianna entregou ao Ministro Rossieli um manifesto da entidade em defesa da universidade pública, a favor da gratuidade e contra a cobrança de mensalidade. “Educação não é gasto, não é peso para o orçamento público e não podemos admitir que o parlamento e o governo encare dessa forma”.

Mais Sobre educacao