Esporte

Com país em frangalhos, futebol brasileiro chega à Rússia como favorito

noticia | 15/06/2018 | Da Redação, com Agência do Rádio Mais

O futebol de alto rendimento é um mundo à parte da realidade nacional. Enquanto os caminhoneiros paravam o país, jogadores da seleção brasileira chegavam de helicóptero para a apresentação do grupo que iria à Rússia para disputar a Copa do Mundo. Alheio aos problemas nacionais, o Brasil chega à Copa como um dos favoritos ao título. A seleção da CBF está no grupo E, ao lado de Suíça, Costa Rica e Sérvia.

O Brasil se classificou para a Copa com mais de um ano de antecedência. No entanto, engana-se quem pensa que desde o início das Eliminatórias o desempenho brasileiro passava confiança. Tudo mudou após Tite assumir o comando da seleção. Antes dele, sob a batuta do rancoroso Dunga, o Brasil havia disputado seis partidas, com duas vitórias, três empates e uma derrota. Sexta colocação no geral, posição que deixava a seleção brasileira fora de uma edição da Copa do Mundo pela primeira vez.

Tite estreou diante do Equador, no dia 1º de setembro de 2016. Triunfo por 3 a 0 que encerrou um jejum de mais 30 anos sem vencer na casa do adversário. De lá para cá, foram mais dez vitórias, dois empates e nenhuma derrota. A classificação veio no duelo contra o Paraguai, na 14ª rodada. O placar foi o mesmo da estreia da era Tite: 3 a 0 para o Brasil. Nesses 12 jogos, o ataque brasileiro balançou as redes 30 vezes, enquanto a defesa foi vazada em apenas três oportunidades.

O Brasil encerrou a participação nas Eliminatórias com 41 pontos em 18 partidas. Foram 12 vitórias, cinco empates, uma derrota, 41 gols marcados e 11 gols sofridos. Pontuação inédita e que entra para história da seleção no torneio como a maior desde que o atual sistema de disputa foi implantado, em 1998. Até então, o recorde era de 34 pontos, número que se repetiu nas edições de 2006 e 2010.

O Brasil estreia na Copa contra a Suíça, em Rostov, neste domingo, às três da tarde, horário de Brasília. Na segunda rodada, a adversária será a Costa Rica, no dia 22, em São Petersburgo, às nove da manhã. A seleção fecha a primeira fase contra a Sérvia, no dia 27, em Spartak, às três da tarde, horário de Brasília.

Mais Sobre Esporte