cultura

Cine Brasília apresenta filmes da Alemanha, Áustria e Suíça. Tudo de graça a partir de 7 de abril.

noticia | 03/04/2018 | Da Redação

Mostra faz parte da programação da Semana da Língua Alemã 2018, que vi até o dia 15 de abril.

O público de Brasília vai poder conferir a partir de sábado, dia 7 de abril, novas produções da Alemanha, da Áustria e da Suíça no Cine Brasília, com entrada gratuita. É o Festival de Cinema da Semana da Língua Alemã 2018, que chega neste ano a sua terceira edição. A abertura, às 19 horas, fica por conta da Suíça, com a exibição do premiado “Mulheres Divinas” (Die Göttliche Ordnung, 2017). Após o filme, as embaixadas da Alemanha, Áustria, Bélgica, Luxemburgo e Suíça oferecem ao público um coquetel.

 

“Mulheres Divinas”, de Petra Volpe, remonta a Suíça dos anos 70 e mostra a luta de mulheres pelo direito ao voto feminino no país. O longa foi vencedor do prêmio do público no Festival de Tribeca (EUA) e foi escolhido pela Suíça para representar o país no Oscar 2018.

 

Seguindo a programação no Cine Brasília, a Áustria apresenta no domingo (8) “Egon Schiele, morte e musas”, de Dieter Berner, uma cinebiografia do renomado pintor austríaco que agitou o cenário artístico em Viena no início do século vinte. Na quarta (11), Entre Culturas (Peter K. Wehrli e Peter von Gunten) vai revelar uma história pouco conhecida sobre um dos mais importantes escritores alemães, Thomas Mann, que é filho de uma brasileira, a escritora Julia da Silva Bruhns. O diretor Peter Wehrli assiste à sessão e participa de um bate-papo com o público depois do filme.

 

Quinta-feira (12) tem mais Áustria na tela do Cine Brasília. Alta Performance (High Performance – Mandarienen lügen nicht) traz o conflito entre dois irmãos que se apaixonam pela mesma mulher. Uma comédia com profundidade sobre amor e lealdade. Para encerrar a programação, a Alemanha apresenta na sexta-feira (12) Selvagem (Wild, 2015). O longa dirigido por Nicolette Krebitz mostra como a vida comum de Ania muda subitamente quando ela se depara com um lobo em um parque.

 

Semana da Língua Alemã – O Festival de Cinema faz parte de uma extensa programação, que contará com mais de 450 eventos pelo país. A literatura em alemão também ganhará destaque em Brasília. Durante toda a semana, moradores da capital poderão se deparar com clássicos da literatura alemã em metrôs, pontos de ônibus, parques e escolas. É que a Embaixada da Alemanha resolveu “esquecer” nesses locais dezenas de livros escritos originalmente em alemão.

 

A ação “Língua Alemã para todos” vai espalhar obras vencedoras do Prêmio Nobel como “O Lobo da Estepe”, de Hermann Hesse, e “O Anjo Silencioso”, de Heinrich Böll. Ao lado de clássicos como “O Tambor” (Günter Grass), também poderão ser encontrados livros infanto-juvenis como “Coração de Tinta”, de Cornelia Funke. Quem achar um livro ou participar de outras atividades poderá fotografar e publicar nas redes sociais com a hashtag #eufaloalemao.

 

Mas o contato com a literatura em alemão não se dará apenas pelas obras. Autores de diferentes países estarão no Brasil para leituras públicas. É o caso do suíço Peter K. Wehrli, que além de exibir seu filme na mostra do Cine Brasília, vai ler passagens de seu “Catálogo de tudo” no dia 9 de abril, na Embaixada da Alemanha (para participar, é necessária inscrição).

 

Sabadão Alemão – Referência no ensino da língua alemã na capital federal há 20 anos, o Goethe-Zentrum Brasília promove no dia 14 de abril o “Sabadão alemão”. A Ghesti Bier estará vendendo cervejas tipo alemãs, como a famosa Weissbier, e Chef Knut levará pratos típicos como Bratwurst eApfelstrudel. O público poderá ainda jogar jogos de tabuleiro populares na Alemanha e participar doSpeak Dating, roda de bate-papo com nativos em alemão de diferentes nacionalidades e sotaques.

 

Aprender alemão – Embaixadores dos cinco países que promovem a Semana da Língua Alemã enumeram os benefícios de se aprender o idioma e falam da presença do alemão em suas culturas. Para o embaixador da Alemanha no Brasil, Georg Witschel, conhecer um outro idioma é “ter acesso à sociedade, ciência e cultura de outros países”. A embaixadora da Áustria, Irene Giner-Reichl, lembra que países europeus que tem alemão como língua oficial são altamente desenvolvidos em ciência e pesquisa. “É por isso que a língua alemã abre portas para estudantes estrangeiros para a melhor educação na Europa”, afirma.

 

O embaixador suíço no Brasil, Andrea Semadeni, lembra que a Suíça tem quatro idiomas oficiais, mas que o alemão é predominante: “cerca de 60% da Suíça fala alemão”, aponta. O multilinguismo também é característica da Bélgica e, de acordo com o embaixador belga Dirk Loncke, “contribui para atolerância e para o comércio internacional no país”. O embaixador de Luxemburgo, Carlo Krieger, também é entusiasta do multilinguismo: “Esse é o nosso estilo de vida em Luxemburgo. Eu me sinto à vontade pelos quatro cantos do mundo sendo multilingue”, comemora. 

 

Serviço

 

Semana da Língua Alemã 2018

De 7 a 15 de abril

Programação completa em: www.semanadalinguaalema.com.br

 

Programação

 

ABERTURA – 07/04 – Sábado – 19h

 

Mulheres Divinas (Die Göttliche Ordnung)

 

A jovem dona de casa Nora vive com seu marido e seus dois filhos numa pequena aldeia. Até então sua vida era tranquila e não tinha sido afetada com as grandes revoltas sociais e o movimento de 1968, mas, é aí que Nora começa a fazer campanha pelo direito de voto das mulheres.

 

Ficção | Direção: Petra Volpe | Duração: 96 min | Ano: 2017 | País: Suíça

Elenco: Marie Leuenberger, Maximilian Simonischek, Rachel Braunschweig

Original em alemão da suíça com legendas em português | Classificação indicativa: 14 anos

 

08/04 – Domingo– 19h

 

Egon Schiele - Morte e Musas (Egon Schiele - Tod und Mädchen)

 

No início do século XX, Egon Schiele é um dos artistas mais provocativos em Viena. Pinturas radicais de Schiele escandalizam a sociedade vienense, ousando artistas como Gustav Klimt e agentes de arte igualmente a considera-lo excepcional. Mas Egon Schiele também está preparando para ir além de sua própria dor e sacrificar amor e vida pela sua arte. Arte que nos inspira até hoje.

 

Ficção | Direção: Dieter Berner | Duração: 1h50 | Ano: 2016 | País: Áustria | Classificação indicativa: 14 anos

Original em alemão com legendas em português.

 

11/04 - Quarta - 19h

 

Entre as culturas (Zwischen den Kulturen)

 

Como Thomas Mann é um dos mais importantes escritores alemães, muitos o consideram filho de alemães. Mas a mãe dele é brasileira. Uma busca cinematográfica de pegadas nas cidades de Paraty e Lübeck, assim como no trabalho de Thomas, Heinrich e Julia Mann.

 

Documentário | Direção: Peter K. Wehrli, Peter von Gunten | Duração: 52 min | Ano: 2016 | País: Alemanha

Sessão de perguntas e respostas com Peter K. Wehrli após o filme.

 

12/04 - Quinta - 19h

 

High Performance - Mandarinen lügen nicht

 

Rudi usa um terno. Daniel anda de bicicleta. Mas apesar de todas as diferenças entre os dois irmãos, eles se interessam pela mesma mulher. Por diferentes razões, no entanto - como Nora logo descobre... Uma comédia com profundidade que retrata a lealdade, laços familiares e manipulação.

 

Ficção | Direção: Johanna Moder | Duração 1h40 | Ano: 2014 | País: Áustria

 

13/04 - Sexta - 19h

 

Selvagem (Wild)

 

A introvertida Ania vive sozinha num pequeno apartamento de um bairro com edifícios pré-fabricados. O emprego que tem numa empresa tecnológica não a realiza e ela é regularmente humilhada pelo seu chefe. Boris. No entanto, o seu dia-a-dia altera-se subitamente quando, um dia, a caminho de seu trabalho, tem um encontro estranho: de repente, no meio do parque da cidade, ela se encontra frente a frente com um lobo.

 

Ficção | Direção: Nicolette Krebitz | Duração 1h30 | Ano: 2015 | Classificação Indicativa: 16 anos

 

 

Mais Sobre cultura