Esporte

Deficientes visuais conquistam bicampeonato mundial de goalball para o Brasil

noticia | 10/06/2018 | Da Redação

A seleção brasileira masculina de goalball (para deficientes visuais) conquistou nesta sexta-feira, 8, o bicampeonato mundial da modalidade. A equipe venceu a Alemanha na decisão da medalha de ouro por 8 a 3, em Malmö, na Suécia, e obteve o título pela segunda vez consecutiva - venceu também em 2014, em Espoo, na Finlândia. O Brasil subiu ao pódio ainda no Mundial feminino, ao vencer o Canadá por 7 a 2 na decisão do bronze. Ambas as equipes se classificaram para os Jogos de Tóquio 2020. 

 

A equipe masculina, comandada por Alessandro Tosim, sagrou-se campeã de maneira invicta. Na fase de grupos, superou a própria Alemanha, além de Estados Unidos, Irã, Japão, Canadá, República Tcheca e Egito. Nas quartas de final, passou pelos donos da casa e definiu para a semifinal o confronto contra os atuais campeões paralímpicos, da Lituânia. O duelo terminou empatado em 6 a 6 e foi decidido apenas no gol de ouro - feito pelo Brasil. 

 

"Essa competição foi uma lavagem na alma para nós, depois de termos perdido a medalha de ouro nos Jogos Paralímpicos do Rio. Esse Mundial significa muito para a gente. Vamos estar agora em Tóquio 2020, porque o nosso objetivo é a medalha paralímpica de ouro, que é a que falta no nosso quadro de medalhas. Então vai ser muita força, garra e treinamento para chegar em Tóquio e fazer, quem sabe, uma campanha ainda melhor que aqui", disse Leomon Moreno, destaque da Seleção. 

 

A geração atual do goalball masculino brasileiro soma agora duas medalhas de ouro Mundiais além da prata nos Jogos Paralímpicos de Londres 2012 e o bronze no Rio 2016. 

 

A exemplo do time masculino, a Seleção feminina também chegou invicta às semifinais desta sexta-feira. No entanto, não resistiu à força das turcas, atuais campeãs paralímpicas, e perdeu por 5 a 2. Na briga pelo bronze, no entanto, o time dirigido por Dailton Nascimento superou o Canadá por 7 a 2 e garantiu o lugar no pódio.

 

“Obrigado, Brasil, pela torcida, pela energia positiva. Estamos muito felizes pelo bronze e pela vaga. Foram jogos muito difíceis, mas muita gratidão a Deus, muito respeito a tudo o que a gente construiu desde lá do Brasil até aqui. E ao grupo, que é maravilhoso, e vamos treinar para estar em Tóquio representando o Brasil”, comemorou a pivô Gaby.

 

O Campeonato Mundial de Goalball de 2018 foi realizado entre os dias 3 e 8 de junho e contou com a presença de 16 seleções masculinas e 12 times femininos. Os três melhores times de cada modalidade asseguraram a classificação para a Paralimpíada de Tóquio 2020. O próximo compromisso internacional das equipes será o Parapan-Americano de Lima 2019, no Peru. 

Mais Sobre Esporte