politica

Corte de benefícios do INSS pode deixar muita gente miséria

noticia | 01/02/2019 | Da Redação

O ‘pente-fino’ nos benefícios concedidos pelo INSS proposto pela equipe econômica de Jair Bolsonaro, que constam na Medida Provisória 871/19, indica que os direitos de milhares de beneficiários podem sofrer cortes arbitrários. E será pior do que foi feito por Michel Temer, pois a proposta do atual governo prevê a revisão de todos os benefícios concedidos. No governo Temer, somete auxílio-doença e pensão por invalidez foram atacados.

Segundo o Instituto Brasileiro de Direito Previdenciário (IBDP), o ‘pente-fino’ de Temer, que começou a ser executado em julho de 2016, colaborou para que houvesse uma explosão de ações na Justiça Federal, a ponto de faltar recursos para a realização de perícia médica no sistema Judiciário.

O modelo de Temer, que será aprofundado por Bolsonaro, além de deixar muitas pessoas na miséria, ainda gastará mais recursos públicos. Enquanto o perito deve receber R$ 57,50 por perícia extra realizada, segundo a Medida Provisória 871/19, cada processo judicial, de acordo com o Tribunal de Contas da União, custa cerca de R$ 3.900.

Mais Sobre politica