economia

Número de empresas inadimplentes cresce 3,71% e dívida sobe 2,01%

noticia | | Da Redação

O número de empresas com contas em atraso e registradas nos cadastros de devedores cresceu 3,71% em novembro na comparação com o mesmo mês do ano passado. Na passagem de outubro para novembro de 2017, sem ajuste sazonal, houve crescimento de 0,53%. Os dados são do Indicador de Inadimplência de Pessoa Jurídica calculado pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).


Outro indicador também mensurado pelo SPC Brasil e pela CNDL é o de dívidas em atraso. Neste caso, o crescimento foi de 2,01% na comparação anual. Na comparação mensal, na passagem de setembro para outubro, o aumento das dívidas teve variação de 0,33%.
 


Entre os segmentos devedores, a pior situação foi constatada nos ramos de serviços (5,91%) e comércio (2,30%), seguidos de indústria (1,88%). As empresas que atuam no setor da agricultura apresentaram um recuo de 1,70% na quantidade de empresas negativadas.



Mais Sobre economia