mundo do trabalho

Resistência garante emprego a vigilantes no DF

noticia | | Evelyn Alencar

Por Evelyn Alencar

A categoria dos vigilantes travou uma luta dura mas vitoriosa neste mês de outubro, em Brasília. Nestes tempos de retrocesso, isso prova que resistir não é apenas necessário, mas a única saída.

Para impedir a demissão definitiva de mais de mil vigilantes pelas novas empresas de segurança licitadas pelo GDF, os trabalhadores usaram tática de guerra: fardados, mantiveram-se em seus postos de trabalhos por dez dias impedindo, na prática, de serem substituídos por outros.

O movimento exigiu coragem, conhecimento e liderança. Sabiam estar respaldados por lei do deputado Chico Vigilante, determinando que em caso de mudança de empresas de segurança pelo GDF os vigilantes devem ser demitidos e recontratados imediatamente no mesmo posto pelas empresas vencedoras do novo contrato.

Como os patrões se negavam a cumprir a lei distrital e as normas dos editas de licitação, Chico e o sindicato recorreram ao TCDF que por unanimidade deu ganho de causa aos vigilantes determinando o cumprimento em 5 dias da recontratação de todos os vigilantes que prestavam serviço para as secretarias de Saúde e Planejamento do GDF.

 

 

 

 

Mais Sobre mundo do trabalho