saude

Excesso de peso e obesidade são responsáveis por 15 mil casos de câncer por ano no Brasil

noticia | 03/04/2018 | Da Redação

Aproximadamente 15 mil casos de câncer são atribuíveis ao excesso de peso e obesidade no Brasil, aponta estudo realizado no Departamento de Medicina Preventiva da Faculdade de Medicina da USP em parceria com a Universidade de Harvard e a Agência Internacional de Pesquisa em Câncer da Organização Mundial da Saúde. Esse estudo inédito foi publicado na revista científica Cancer Epidemiology no dia 28 de março de 2018.

No Brasil, mais de 400 mil casos de câncer são diagnosticados anualmente. O excesso de peso e obesidade está particularmente associado com o aumento no risco dos canceres de mama (pós-menopausa), cólon e reto, corpo do útero, vesícula biliar, rim, fígado, mieloma múltiplo, esôfago, ovário, pâncreas, próstata, estômago e tireoide. A incidência desses 14 tipos de câncer corresponde à metade do total de casos de câncer diagnosticados por ano no Brasil. Nesse contexto, pesquisadores visaram estimar a proporção e o número de casos desses 14 tipos de câncer atribuíveis ao excesso de peso e obesidade no Brasil.

Para estimar o excesso de peso e obesidade na população brasileira, os pesquisadores estimaram a distribuição do índice de massa corporal (IMC) no Brasil em 2002 e 2013 utilizando dados de duas pesquisas conduzidas pelo IBGE, a Pesquisa de Orçamentos Familiares e a Pesquisa Nacional de Saúde. Em 2002, 40% da população brasileira tinha excesso de peso e obesidade. Em 2013, esse número subiu para aproximadamente 60%.

Assumindo aproximadamente 10 anos para ocorrência dos cânceres, os autores estimaram que, em 2012, aproximadamente 10 mil casos de câncer em mulheres e 5 mil casos em homens são atribuíveis ao excesso de peso e obesidade em 2002. A maioria desses casos de câncer em mulheres foram de mama (5 mil), corpo do útero (2 mil) e cólon (700), enquanto em homens foram cólon (1 mil), próstata (900) e fígado (650).

Os estados brasileiros mais acometidos foram São Paulo, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e Mato Grosso do Sul. Em 2025, devido ao aumento e envelhecimento populacional, bem como o aumento do excesso de peso e obesidade observado entre 2002 e 2013, espera-se que aproximadamente 19 mil casos de câncer em mulheres e 15 mil casos em homens serão atribuíveis excesso de peso e obesidade.

Mais Sobre saude