economia

Quatro a cada cinco brasileiros vivem aperto financeiro

noticia | 07/06/2018 | Da Redação

A crise que o país vive desde o golpe que derrubou Dilma Rousseff está prejudicando cada vez mais a vida da maioria da população. De acordo com sondagem apurada pelo SPC Brasil (Serviço de Proteção ao Crédito) e pela CNDL (Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas), 80% dos brasileiros vivem uma situação de aperto, sendo que 33% afirmam estar no vermelho. A principal razão, de acordo com os entrevistados, é o fato de os bens de consumo e serviços estarem mais caros (45%). Além disso, aparecem queda da renda (31%), perda do emprego (20%) e descontrole dos gastos (19%).

Quase a metade dos consumidores (49%) tinham a intenção de cortar gastos durante o mês maio, na comparação com abril, enquanto 43% pretendiam manter o mesmo volume de gastos e apenas 5% planejam aumentar. Entre os que planejam cortar despesas, as principais motivações são os preços elevados dos produtos e serviços (33%), a necessidade de economizar (26%), o desemprego (23%), o nível alto de endividamento (15%) e a redução dos ganhos (15%). Para o mês de junho, a lista dos itens que entraram para a intenção de gastos é variada e inclui roupas, calçados e acessórios (22%), remédios (22%), recarga para celular (14%), cosméticos (13%) e materiais de construção (10%), entre outros.

Mais Sobre economia
  • economia
    Número de inadimplentes cresce 4,31% em julho

    A atual situação econômica gerada pelo golpe de 2016 está dificultando cada vez mais a vida financeira das famílias brasileiras. Ao encontrar dificuldades em equilibrar o orçamento, muita gente acumula contas ...

    Número de inadimplentes cresce 4,31% em julho
    Saiba Mais
  • economia
    Assim é (se lhe parece)

    A peça de Luigi Pirandello, escrita em 1917, que dá título a este artigo, pretende mostrar que há muito mais atrás dos fatos do que sua simples descrição.   Inicio transcrevendo do brilhante jor...

    Assim é (se lhe parece)
    Saiba Mais
  • economia
    CNI prevê crescimento cada vez menor, mas não admite fracasso do golpe

    Apesar de não admitir o gigantesco fracasso da política econômica colocada em prática pelo governo golpista que derrubou Dilma Rousseff, a Confederação Nacional da Indústria (CNI) diminuiu novament...

    CNI prevê crescimento cada vez menor, mas não admite fracasso do golpe
    Saiba Mais
  • economia
    Empresas atingem maior inadimplência nos últimos 21 meses

    O volume de empresas com contas em atraso e registradas em cadastros de inadimplentes cresceu 9,41% no último mês de junho na comparação com o mesmo período do ano passado. Trata-se da alta mais acentuada desde ...

    Empresas atingem maior inadimplência nos últimos 21 meses
    Saiba Mais