politica

Empresário midiático que apoiava a ditadura informava também à embaixada dos EUA

artigo | 14/05/2018 | Mario Augusto Jakobskind

Esta informação deve ser do conhecimento de todo povo brasileiro, mas resta saber se será divulgada pela mídia comercial. Documentos secretos do Departamento de Estado norte-americano revelam que o empresário Roberto Marinho, proprietário do jornal e posteriormente da TV Globo, fundada duramente a ditadura militar com a ajuda estrangeira, mais precisamente dos Estados Unidos, teve grande protagonismo junto à cúpula que se apossou do governo brasileiro depois do golpe de estado que derrubou o governo constitucional de João Goulart.

Roberto Marinho, segundo informações do então embaixador dos EUA, Lincoln Gordon, não só tinha livre trânsito com os golpistas, como se reunia com eles e até indicava Ministros, como no caso de Juracy Magalhães, galgado ao Ministério da Justiça no governo de fato do general de plantão Humberto de Alencar Castelo Branco.

Ainda segundo o informe de Gordon para seus superiores hierárquicos, Marinho trabalhava silenciosamente ao lado do general Ernesto Geisel, então chefe da Casa Militar, o chefe do Serviço Nacional de Informação, Golbery do Couto e Silva e ainda Luis Vianna, titular da Casa Civil do general Castelo Branco.

Na ocasião, Roberto Marinho não só tinha livre trânsito nos gabinetes da ditadura, como sua opinião era sempre levada em conta. Prova disso é que ele alertou ao golpista Castelo Branco que se fosse mantida a eleição direta para a Presidência da República, a oposição retornaria ao comando do Palácio do Planalto. Imediatamente o alerta foi levado em conta e o mandato do presidente de fato foi prorrogado e somente após o fim da ditadura, em 1989, o povo voltou a ser convocado para escolher o Presidente. 

Mais Sobre politica
  • politica
    Brasil vive tempo de definição entre democracia e golpismo

    Ao mesmo tempo em que a Procuradora Geral da República, Raquel Dodge, contesta a candidatura de Luís Inácio Lula da Silva, chegou a vez de nada mais nada menos que o candidato de extrema direita Jair Bolsonaro fazer o mesmo. Iss...

    Brasil vive tempo de definição entre democracia e golpismo
    Saiba Mais
  • politica
    Procuradora golpista quer mudar a lei eleitoral só para Lula

    Desesperada para evita a candidatura de Lula e tirá-lo rapidamente da cena eleitoral, a PGR (procuradora-“golpista” da República), Raquel Dodge, entrou nesta quinta-feira (16) com um novo pedido no processo de registro de Lu...

    Procuradora golpista quer mudar a lei eleitoral só para Lula
    Saiba Mais
  • politica
    Resistência petista popular

    Lula deu certo, porque jogou na lata de lixo a rigidez neoliberal do Consenso de Washington. Transformou dívida externa em dívida interna, mandando o FMI tomar banho na soda. Criou espaço para administrar o país, sem a c...

    Resistência petista popular
    Saiba Mais
  • politica
    Escândalo no registro do Lula: relator Barroso devolve processo a Rosa Weber

    O processo de Lula não tinha sequer sido numerado, quando a Globo anuncia depois das 20 horas de ontem quem o relator do caso seria o ministro “durão”, como frisou o repórter, Luis Roberto Barroso. Ato imediato, a pro...

    Escândalo no registro do Lula: relator Barroso devolve processo a Rosa Weber
    Saiba Mais