mundo do trabalho

Desemprego já atinge quase 14 milhões de pessoas

noticia | 18/05/2018 | Gustavo Santos

Você tem algum familiar ou amigo desempregado? Provavelmente sim. O Brasil já tem quase 14 milhões de desempregados. Segundo o IBGE – Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística, um a cada seis trabalhadores está desempregado. Segundo o DIEESE – Departamento Intersindical de Estatística e Estudos Socioeconômicos, a situação do Distrito Federal é ainda pior. Aqui um em cada 5 pessoas está desocupada. Em média, está demorando mais de 10 meses para um trabalhador conseguir um novo emprego. Um recorde desde 2002.

Essa situação era muito diferente em dezembro de 2014, quando o número de desempregados era de 1 milhão de pessoas de acordo com o IBGE. Desde então, o desemprego cresceu 1300%. O número de empregos com carteira assinada não para de cair e tudo indica que continuarão caindo por todos os meses deste ano, quando encerrará o governo Temer. Não se sabe se o novo presidente fará diferente ou manterá como está. Isso é muito preocupante mesmo para os trabalhadores que ainda estão empregados. Quem garante que você não será o próximo na fila do desemprego?

Está piorando também para quem está empregado. O salário está perdendo para a inflação desde 2016. O governo praticamente não reajustou o salário mínimo. Gás, gasolina, luz e água não param de subir desde que Temer entrou no governo.

Nos governos Lula e Dilma era diferente. Salários cresciam e não era difícil conseguir emprego. Na época o governo aumentava o salário mínimo todo ano. Com mais dinheiro no bolso, o cidadão comprava mais no supermercado, reformava e até comprava sua casa própria. As fábricas e construtoras, para produzir mais, contratavam trabalhadores. O dinheiro circulava na economia. Temos que voltar a fazer isso. Começando pelo aumento do salário mínimo.

 

Mais Sobre mundo do trabalho