politica

PCdoB, PSOL e PT se solidarizam com Lula

noticia | 06/04/2018 | Da Redação

Enfatizando que o STF cometeu uma enorme injustiça ao negar o Habeas Corpus a Lula, três partidos se solidarizaram com o ex-presidente por meio de nota.

“O STF enxovalha a Constituição ao negar Habeas Corpus de Lula” é o título da nota emitida pelo presidente do PSOL, Juliano Medeiros. Segundo a declaração, o ex-presidente foi condenado sem provas e a prisão a partir da segunda instância fere a Constituição Federal. O PSOL também conclama a “formação de uma frente democrática contra a escalada de autoritarismo e violência”, e relembra o assassinato de Marielle Franco, classificado como “crime político”.

A nota do PCdoB, assinada pela presidenta nacional do partido, deputada Luciana Santos, e pela pré-candidata à presidência da República, Manuela D’Ávila, afirma que Lula é vítima de violência jurídica pois poderá ser preso após ser julgado sem provas. O PCdoB se solidariza com Lula e com o PT e conclama “as forças democráticas, os defensores do Estado Democrático de Direito em geral, a se unificarem e a se mobilizarem na defesa da democracia”.

Já o PT, em nota da executiva nacional, afirma que “ao negar a Lula um direito que é de todo cidadão, o de defender-se em liberdade até a última instância, a maioria do STF ajoelhou-se ante a pressão escandalosamente orquestrada pela Rede Globo. E ao pautar o julgamento do habeas corpus de Lula antes de apreciar as ações que restabelecem a presunção da inocência como regra geral, a presidenta do STF determinou mais um procedimento de exceção. (...) Não há justiça nesta decisão. Há uma combinação de interesses políticos e econômicos, contra o país e sua soberania, contra o processo democrático, contra o povo brasileiro.

 

Mais Sobre politica