politica

Governo Temer se desculpa nos EUA por "demora" em privatizar Eletrobras

noticia | 01/07/2018 | Da Redação, com Agência do Rádio Mais

O ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, declarou que há a possibilidade de o governo não conseguir privatizar a Eletrobras até o fim deste ano. Em viagem aos Estados Unidos, ele foi se desculpar pela “demora” da privatização e detalhou o cronograma, explicando que o calendário está cada vez mais apertado para que a venda da estatal saia ainda em 2018. “Os prazos estão mais curtos para fazer uma operação esse ano. E a gente ainda não aprovou a lei da privatização das distribuidoras. Existe sim a possibilidade de não ocorrer este ano”, afirmou Guardia.

No dia 15 de junho, o governo publicou o edital de leilão das distribuidoras, mas agora é preciso aguardar a aprovação do Congresso. Mas a proximidade do recesso parlamentar, aliada às festas de São João, à Copa do Mundo e ao medo de perder votos nas eleições de 27 de outubro, dificultam a tramitação do projeto na Câmara. Originalmente, os leilões das distribuidoras estão marcados para 26 de julho.

Enviado ao Congresso no início do ano, o projeto de lei que permite a privatização da Eletrobras tramita na Câmara dos Deputados, mas a comissão especial que discute a proposta não se reúne desde maio. Isso tem irritado o relator da comissão especial da Câmara responsável por analisar a privatização da Eletrobras, deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), um dos grandes entusiastas de entregar de mão beijada o patrimônio nacional.

Mais Sobre politica